Ética na contabilidade: passos para seguir

    Share on facebook
    Share on twitter
    Share on linkedin
    Share on whatsapp

    A ética na contabilidade é muito importante para o profissional da área, pois o exercício dessa profissão exige cautela e cuidados com os valores morais impostos pela sociedade e pelo código de ética criado para nortear os contadores. Existem princípios que devem ser seguidos à risca.
    Está interessado em saber mais sobre assunto? Neste post explicamos como ter um posicionamento correto, qual é a importância da ética e quais são os benefícios de seguir as normas da profissão. Vamos lá?

    O que é a ética profissional?

    A ética profissional consiste em um agrupamento de normas e leis designadas para o exercício de uma profissão de maneira qualitativa. Alguns dos princípios básicos que formam a ética profissional são:

    • sigilo: as informações que competem ao trabalho são regularmente sigilosas. O profissional deve cumprir esse segmento com cordialidade;
    • honestidade: a verdade deve fazer parte de qualquer produção. Um trabalho baseado na honestidade evita problemas e incentiva a transparência;
    • imparcialidade profissional: é necessário distinguir a vida pessoal da profissional. Cada uma tem seu respectivo espaço, o qual deve ser respeitado;
    • respeito: o respeito deve existir entre os colegas de trabalho para que haja cooperação e entendimento mútuo;
    • competência: o esforço e realização das atividades previstas com excelência deve partir do trabalhador, sempre visando alcançar os melhores resultados possíveis.

    Essas virtudes devem estar presentes no ambiente de trabalho. A ética profissional visa a harmonia para que a construção dos relacionamentos profissionais seja coerente e positiva.

    Quais são os princípios éticos da contabilidade?

    O profissional da área contábil conta com um código de ética, publicado pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC). Esse código conta com as resoluções a respeito de como deve ser a conduta desse profissional com os seus clientes, colegas de trabalho e com a sociedade em geral.
    Em uma área onde são constatadas transgressões por diversas partes envolvidas, como fraudes, sonegação de impostos, aviltamento de honorários e outros crimes contábeis. Sendo assim, manter uma postura ética é prezar pela classe contabilista e pela valorização dos serviços prestados. O não cumprimento desses valores pode levar não só a profissão ao caos, mas também a economia.
    O CEPC (Código de Ética Profissional do Contador) apresenta as diretrizes que devem ser seguidas e as irregularidades que não devem ser cometidas, sendo um material imprescindível para todo o profissional contábil.
    Composto por questões a respeito de valores, penalidades e deveres, torna-se necessário estudar o CEPC com atenção para determinar estratégias e exercer a profissão dentro dos parâmetros legais previstos pelo código. A seguir, listamos os princípios éticos da contabilidade. Acompanhe!

    1. Valores

    A cobrança de valores aos clientes é uma dúvida de diversos contadores. Afinal, as situações e serviços que são realizados se diferem, sendo uns mais complexos e outros mais simples. Essas questões importam e o CEPC aborda essa preocupação, dando uma direção para o profissional da contabilidade seguir. Alguns dos tópicos presentes no código são:

    • relevância, vulto, complexidade e grau de dificuldade dos serviços a serem executados;
    • ficar impedido da realização de outros serviços;
    • cliente eventual, habitual ou permanente;
    • local de prestação do serviço;
    • tempo para a realização do trabalho.

    O aviltamento de honorários consiste em cobrar um preço abaixo da média do mercado pelos serviços ou não prestá-los e receber ganhos por isso. São atos condenados pelo Código de Ética Profissional do Contador.
    No entanto, cobrar uma porcentagem maior por um serviço que o impedirá de efetuar outros trabalhos está dentro do código de ética. É necessário estar atento às condutas para não cometer erros.
    Existem guias disponíveis na internet que direcionam o contador a como realizar uma cobrança honesta e dentro da legislação prevista.

    2. Sigilo

    Como prevê a resolução CFC N° 806/96, ‘’guardar sigilo sobre o que souber em razão do exercício profissional lícito, inclusive no âmbito do serviço público, ressalvados os casos previstos em lei ou quando solicitado por autoridades competentes, entre elas os Conselhos Regionais de Contabilidade’’.
    Portanto, cabe ao profissional da contabilidade manter o sigilo em situações que estão dentro da lei. Se o caso for ilícito, as autoridades delegadas devem ser contatadas.
    Não cumprir o sigilo ou infringir a lei por meio da omissão de fatos que destoam da honestidade e legalidade, como propina, sonegação de impostos e lavagem de dinheiro, sujam o nome da classe contabilista e interferem diretamente na economia.
    Assim como a omissão de situações ilícitas deve ser denunciada, é necessário e indiscutível manter sigilo a respeito das informações obtidas dos clientes, o contador lida com dados de extrema importância que envolvem todo o corpo de uma empresa, o que exige uma postura ética exemplar.

    3. Cuidados com o marketing

    marketing está sendo muito usado na contabilidade e é uma estratégia extremamente eficiente. No entanto, é preciso tomar cuidado para não infringir o código de ética.
    Conforme está descrito na resolução CFC N°806/96: ‘’anunciar, em qualquer modalidade ou veículo de comunicação, conteúdo que resulte na diminuição do colega, da Organização Contábil ou da classe, em detrimento aos demais, sendo sempre admitida a indicação de títulos, especializações, serviços oferecidos, trabalhos realizados e relação de clientes’’.
    É possível fazer uso do marketing, mas deve-se ter cuidado para não cometer nenhuma irregularidade. Utilizar blogs, workshops e outras meios que visam oferecer informação e conteúdo relevante para os seus clientes está de acordo com o código. O que vai contra o código é prejudicar colegas e a imagem do contador.

    4. Colegas e classe contabilista

    O Código de Ética Profissional do contador repudia atitudes que prejudicam a imagem da classe contábil, valorizando o respeito, honestidade e a competência. Sendo assim, é necessário um relacionamento saudável com os colegas de trabalho por meio do cumprimento das determinações do código.
    O ideal é manter a imparcialidade que compõe um dos princípios básicos de qualquer código de ética profissional e saber separar a vida pessoal da vida profissional, assim como manter uma postura coerente dentro do ambiente de trabalho e com os profissionais com quem o contador tem contato.

    5. Bom relacionamento com o cliente

    Ter um relacionamento transparente com o cliente e acompanhar de perto o desenvolvimento das atividades exercidas por ele é essencial. O contador é um parceiro e será ele quem administrará informações importantes para o núcleo da empresa.
    Manter um bom relacionamento evita que o contador se coloque em posição de risco e perigo em relação à postura ética, estando a par das ações tomadas pelo cliente e cabendo a ele tomar decisões em relação a integridade dos atos.
    contador está sob a responsabilidade solidária, na qual ele se responsabiliza por atos dolosos a terceiros, por isso, é preciso estar atento às obrigações fiscais e legislativas que envolvem o cliente/contador, sob o risco de penalidades graves.

    Qual é a importância da ética na contabilidade?

    A ética é fundamental aos contadores, pois eles lidam constantemente com informações vitais para as empresas. Entre elas estão os balanços patrimoniais, informações sobre as finanças, fluxo de caixa e demonstrativos de resultados.
    O profissional deve ser transparente, prezar pela credibilidade das informações divulgadas e manter sigilo dos dados, pois eles são de altíssimo valor aos negócios. Também é muito importante ficar atento em relação às mudanças nas leis para que não sejam cometidos erros graves na contabilidade das companhias, os quais podem até ser passíveis de punição pelos órgãos fiscalizadores.
    Apesar de sua importância, alguns profissionais não seguem ou não se atentam devidamente em relação às questões éticas da profissão. Discutiremos a seguir a responsabilidade do contador em relação aos seus atos. Continue a leitura!

    Responsabilidade do contador em relação às suas condutas

    Como já destacado no post, os contadores lidam com várias informações importantes e sigilosas. Portanto, o trabalho do profissional é de extrema importância e, por isso, é necessário ter responsabilidade.
    Porém, muitos profissionais desrespeitam alguns princípios éticos da contabilidade. Alguns recém-formados que querem chegar longe com seus próprios méritos decidem abrir escritórios. Vários novatos optam por abrir mão de um honorário justo com o objetivo de tentar conseguir uma boa carteira de clientes. Apesar de se beneficiar em curto prazo, eles prejudicam a sua classe e desvalorizam a sua profissão.
    Outros até chegam a fazer práticas proibidas, como realizar tipos de demonstrativos contábeis ilegais ou tentar fazer manobras não permitidas pela lei para que o seu cliente pague menos impostos.
    Nesses casos, o contador se beneficia em curto prazo, pois conseguirá manter o cliente no seu escritório. Porém, a médio e longo prazo a sua imagem será prejudicada e desvalorizada no mercado. Além disso, o seu trabalho perderá valor e ele terá mais dificuldades para conquistar os seus clientes, pois as pessoas não terão confiança no profissional.
    Em algumas situações é até preferível perder o cliente. Isso porque, em determinados casos, você pode ser considerado cúmplice de alguma falha ou ilegalidade enquanto ainda é o contador da companhia.
    Para não cair nesses erros é fundamental que o contador siga as leis vigentes, esteja atento às normas do CEPC e pratique os princípios com responsabilidade. Eles ajudarão a nortear como você deve se comportar na sua carreira profissional.

    Quais são os benefícios de aplicar as práticas no escritório?

    Os profissionais que seguem as normas relacionadas à sua área e que estão sempre atentos aos princípios éticos de sua profissão — sempre! — se destacam no mercado de trabalho. Explicaremos abaixo os principais benefícios de adotar as práticas éticas no seu escritório contábil. Acompanhe a seguir!

    Construção de uma imagem positiva

    Agir corretamente pode parecer algo de pequena importância, mas em um momento em que a população perdeu a confiança em várias instituições públicas e privadas, ser ético se torna um diferencial.
    Você conseguirá construir uma imagem positiva para o seu escritório, caso seja íntegro e correto com os procedimentos contábeis. Isso ajuda a conquistar o respeito de clientes e concorrentes. Não será necessário (e nem é recomendável) passar por cima de colegas de profissão para alcançar esse objetivo.

    Criar uma relação de confiança com os clientes

    Falamos agora a pouco a respeito disso, mas vale a pena enfatizar. Caso queira sobreviver em um mercado altamente competitivo, será necessário conquistar a confiança dos clientes. O empresário que precisar dos serviços do seu escritório precisa ver a contabilidade como parceira do negócio dele.
    Isso porque vários empreendedores que procuram por ajuda em questões contábeis têm pouco conhecimento sobre o tema e, também, não têm muito tempo para se dedicar ao assunto. Mesmo assim, muitos empresários podem apresentar uma certa resistência ao compartilhar informações importantes da empresa. Essa situação só muda quando há uma relação de confiança entre o contador e o empreendedor.
    Para conquistar essa condição das pessoas é necessário ser ético, estar atento às normas vigentes, fazer um bom trabalho e agir corretamente no exercício da sua profissão.

    Possibilitar a redução de impostos de forma correta

    É fato que os gestores querem cortar os gastos. Nesse caso, uma das despesas mais incômodas para eles são os impostos. Por isso, muitos deles tentam sonegar e pensam em algumas estratégias para omitir informações e, consequentemente, pagar menos tributos.
    Porém, essa economia não se sustenta em longo prazo. O fisco tem aperfeiçoado cada vez mais as ferramentas com a intenção justamente de descobrir essas práticas ilícitas. E caso isso ocorra, o seu cliente terá várias dores de cabeça.
    Nesse caso, você pode se apresentar como consultor para melhorar a situação financeira da empresa dele e, inclusive, ajudá-lo o desenvolvimento de um planejamento tributário com a intenção de pagar menos impostos seguindo as leis.
    Caso tenha tentado mostrar a importância de agir corretamente e, mesmo assim, você percebeu que o empreendedor não está disposto a mudar, renuncie. Não vale a pena insistir.

    Ampliar a carteira de clientes

    Agora você deve estar se perguntando: o que tudo isso que foi citado no post gera para um escritório de contabilidade? Todas as questões levantadas acima ajudam a conquistar mais clientes.
    Os profissionais que são éticos conquistam a confiança das pessoas e constroem uma imagem positiva do escritório, o que contribui para o seu reconhecimento. Dessa forma, aumentam-se as possibilidades de novos clientes procurarem pelos seus serviços contábeis.

    Ampliar o faturamento

    Com o aumento do número de clientes, o seu escritório conseguirá melhorar o faturamento. Isso permite que você possa investir no crescimento do negócio e no desenvolvimento de novos serviços com a intenção de melhorar o atendimento.
    Viu como é importante seguir as questões de ética na contabilidade? Os profissionais que respeitam e se adequam às normas constroem uma imagem positiva do escritório, estabelecem uma relação de confiança com os empresários e conseguem reduzir o pagamento de impostos de forma correta (por meio do planejamento tributário). Tudo isso ajuda o contador a conquistar mais clientes e, consequentemente, aumentar o faturamento.
    Estão esclarecidas as suas dúvidas sobre as questões que envolvem a ética na contabilidade? Está interessado em saber mais e ficar atualizado em relação às novidades da profissão? Assine a newsletter e receba os conteúdos em primeira mão no seu e-mail.

    Share on facebook
    Share on twitter
    Share on linkedin
    Share on whatsapp

    Leia também

    O que você procura?

    Categoria

    Categorias

      Assine nossa newsletter

      Seja um parceiro Myrp.