8 dicas para gestão eficiente de estoque nas lojas

    Organizar o estoque de forma adequada contribui para evitar o excesso de produtos acumulados ou ao contrário, a falta deles. O que pode gerar tanto uma falta de controle financeiro como também falta de espaço físico na própria loja. Se em uma indústria não ter matéria-prima em estoque pode significar perda de produtividade, para um lojista não ter mercadoria em estoque, com certeza, pode representar perda de dinheiro!

    new RDStationForms(‘ebook-como-criar-um-planejamento-anual-535195269fd75634d6a7-html’, ‘UA-36111229-2’).createForm();

    Confira as dicas para ajudar você a evitar problemas com o estoque de sua loja e a garantir uma gestão mais eficiente:

    1.      Registro de todas as informações necessárias

    É importante registrar o máximo de informações possíveis para fazer um controle, com dados sobre a quantidade, o custo de cada produto e o custo total que se tem em estoque.

    2.      Use uma ferramenta adequada para controle

    O controle das entradas e saídas de mercadoria do estoque deve ser rígido e fazer esse trabalho por meio de um sistema de gestão pode garantir mais segurança e menor possibilidade de erros.

    3.      Atualize as informações imediatamente

    Não importa se as vendas estão bombando e a loja está supercheia! É importantíssimo atualizar a entrada e saída das mercadorias para que não ocorra um furo no estoque. Às vezes, por conta do grande movimento, o vendedor deixa pra depois para transmitir a informação sobre a saída do produto e acaba esquecendo.

    4.      Faça conferência ou inventário regularmente

    Além de confiar nas informações transmitidas a um software é bom também regularmente fazer uma conferência de todo o estoque físico da loja, para ver se os números batem ou se houve algum erro.
    Fazer um inventário ou controle dos itens que estão em estoque deve ser uma tarefa constante e periódica. Isso pode ajudar a evitar falhas e a corrigir rapidamente problemas encontrados.
    MYRP-8 dicas para gestão eficiente de estoque nas lojas-BLOG-JPG-1

    5.      Fique atento à sazonalidade

    Para compor o estoque, é preciso levar em consideração a sazonalidade (no caso das roupas, por exemplo, as estações do ano ou a falta delas!). Fique de olho no timing correto. Se você sabe que daqui dois meses começa a esfriar, não pode deixar para encomendar produtos de inverno em cima da hora. É sempre bom levar em conta possíveis atrasos de fornecedores, por isso, se antecipe e faça sua previsão de estoque da próxima estão no tempo correto.

    6.      Não abarrote seu estoque

    Um erro muito comum é comprar mais itens do que o necessário e abarrotar o estoque. Isso vale principalmente para alguns itens sazonais como por exemplo, em uma loja de artigos de decoração. Se há um excesso de comprar de itens natalinos e isso não é vendido até dezembro… nem vai haver lugar no estoque para comprar os artigos de decoração para a Páscoa!

    7.      Não deixe faltar mercadorias importantes

    Observe quais são os produtos que representam o seu maior percentual de vendas e não deixe que eles faltem no estoque! Tenha também em sua loja sempre os itens básicos. Mesma que a última moda seja o animal printing, as famosas estampas de zebras, onças, etc. você não deve encher sua loja com roupas nessa linha. Lembre-se que muitos consumidores ainda preferem os itens básicos, por isso eles não podem jamais ser desprezados em sua loja.
    Afinal, uma camiseta branca ou uma calça jeans sempre são procurados!
    E não espere os produtos acabarem para encomendar mais. Isso precisa ter um tempo correto para que não ocorram falhas de atendimento. Chegar na sua loja e não encontrar um determinado produto pode significar que consumidor nunca mais vai retornar para tentar comprar novamente!

    8.      Mantenha a comunicação

    É essencial manter a comunicação entre vendas e controle de estoque. Isso deve ser feito de forma verbal, mas principalmente por meio de uma ferramenta integrada, que dê baixa no estoque assim que a mercadoria é vendida para o consumidor final.
    A comunicação verbal também deve ser feita, pois os vendedores podem observar determinado comportamento dos consumidores em certo período e transmitir isso para quem faz a gestão da compra desses produtos com os fornecedores da loja.
    Dessa maneira é possível entender qual a real demanda do mercado e programar mudanças mais ágeis no estoque, sempre com foco em manter a lucratividade e evitar perdas de dinheiro.
     
    E você, como faz o controle do estoque da sua loja?
    Conte pra gente aqui nos comentários e compartilhe o nosso artigo. Assim outros lojistas também poderão aproveitar suas dicas!
     
     
    ebook-gestao-estoque-para-lojas

    O que você procura?

    Categoria

    Categorias

      Assine nossa newsletter

      Teste Grátis

      Faça um teste grátis

      Exporte o XML das notas fiscais dos seus clientes

      Seja um parceiro Myrp.