Dia do Trabalho: 4 dicas para quem vai empreender

    Share on facebook
    Share on twitter
    Share on linkedin
    Share on whatsapp

    Dia 1º de maio é o Dia do Trabalho. Que tal aproveitar a data e o feriado para pensar em novos rumos profissionais e tentar começar a planejar um empreendimento?

    Nós vamos lhe ajudar com 4 dicas importantes antes de partir para o negócio próprio:
     1- Planejamento antes de tudo
    Começar um negócio sem ter uma reserva financeira é sempre mais difícil, por isso, o primeiro passo do planejamento, muitas vezes é começar a poupar um montante ou então definir de onde podem ser obtidos os recursos iniciais, como um financiamento bancário, um empréstimo familiar, etc.
    Depois de definir a questão do dinheiro, é preciso conhecer e entender bem o mercado em que se pretende entrar. Busque informações sobre o segmento na Internet, em associações comerciais e industriais e outras entidades que possam servir de base para seu planejamento.
    Também é importante conversar com outras pessoas que já tenham iniciado um negócio próprio, para ver que erros é possível evitar e quais os caminhos têm mais chance de acerto.
    E se você tem formação técnica ou é um profissional liberal, como muitos que começam seus negócios, também vale a pena buscar conhecimento sobre processos empresariais e gestão. Existem franquias que facilitam esse início, pois já existe um modelo de gestão pronto, mas lembre-se que elas recebem parte do lucro por entregar isso pronto para você.

    planejamento_myrp

    2- Atenção ao procurar um sócio

     Nessa fase inicial é o momento de se pensar quem vai ser seu sócio no negócio e de que tipo ele será. Algumas pessoas optam apenas por um sócio investidor, que não tem participação direta na administração da empresa. Mas a maioria ainda busca um sócio para ser parceiro de fato no dia a dia, para dividir problemas e conquistas!
    E aqui vale ficar atento a uma série de fatores para que a pessoa escolhida realmente agregue e não seja motivo de arrependimentos futuros. Primeiro de tudo é preciso saber se o provável sócio é honesto e se você confia nele. Também é bom tentar identificar se a convivência entre vocês é fácil e tranquila, ou se mesmo em conversas anteriores ao negócio já surgiram muitos atritos.
    Em relação ao perfil profissional e pessoal, não é necessário que sejam parecidos. Inclusive o ideal mesmo é que tenham experiências complementares e que possam atuar em área distintas. Desse modo, torna-se mais produtivo para o negócio, pois todos os setores principais ficam fortes e sob o controle imediato de um dos sócios.

    socio_myrp

    3- Seja realista e prepare-se para imprevistos
    No começo do negócio é claro que ninguém é pessimista, certo? Mas otimismo em excesso também pode ser prejudicial, principalmente se achar que tudo vai sair conforme o planejamento inicial. Aqui, o ideal mesmo é ser realista e ficar preparado para possíveis imprevistos.
    Sempre podem surgir novidades na legislação ou no mercado. Então não subestime prazos e custos dos projetos. Coloque nessa conta essas eventualidades que podem aparecer no meio do caminho.
    Você vai ver que, muitas vezes, é necessário injetar um valor mais alto do que estava previsto inicialmente. Se isso acontecer, é preciso ter outras opções já definidas de onde buscar recursos complementares.

    planejamento_myrp

    4- Tenha energia de sobra
    Os desafios na trajetória do empreendedorismo não serão poucos, por isso é importante não desanimar e seguir em frente! Você vai ver que ao final de muitos dias de trabalho pode até pensar em desistir de tudo, antes mesmo que o negócio dê certo. E para cada uma pessoa que lhe apoia, haverão outras 10 que terão argumentos contrários, afinal, não é fácil mesmo! Mas não desista!
    Por isso, é importante ter muita energia. No começo, até o negócio engrenar, é preciso fazer um pouco de tudo, desde criação, atendimento, comercial, financeiro. Principalmente em uma pequena empresa, os sócios no início fazem o papel operacional, tático e estratégico. É importante ter em mente que isso é temporário e a medida que a empresa cresce e o caixa permite serão criadas outras estruturas e áreas operacionais.
     Além disso, uma empresa nova tem que provar e conquistar o reconhecimento de seus clientes e parceiros de uma maneira muito mais  enfática que empresas que já estão no mercado e possuem cases de sucesso. Então, ter disposição é fundamental!

    energia_myrp

    Gostou das dicas? Está pensando em abrir um negócio próprio?
    Deixe seus comentários!
     

    Share on facebook
    Share on twitter
    Share on linkedin
    Share on whatsapp

    Leia também

    Como emitir Nota de Saída: passo a passo definitivo

    O que você procura?

    Categoria

    Categorias

      Assine nossa newsletter

      Como emitir Nota de Saída: passo a passo definitivo

      Seja um parceiro Myrp.