Conheça os relatórios gerenciais mais importantes para a empresa

    Muitos conhecimentos são necessários no desenvolvimento de um negócio, e um deles é fazer os relatórios gerenciais, que nada mais são do que documentos que avaliam os diversos setores de um empreendimento. Assim, ajudam na tomada de decisões, pois permitem ter uma visão clara do que acontece na empresa, otimizar as atividades operacionais e permitir o planejamento, com o intuito de evitar dívidas e aumentar os lucros.

    Sabia que existem diversos tipos de relatórios? Por isso, neste post, explicaremos as principais formas de fazê-los, para que você possa ver quais são os que se aplicam ao seu empreendimento. Vamos lá?

    Fluxo de caixa

    Trata-se de um documento que mostra todo o dinheiro que entra e sai da empresa em um determinado período. Geralmente, ele é feito ao se pensar e projetar as decisões a serem tomadas nos próximos 30 dias.

    Na maioria dos casos, são colocadas três informações: os pagamentos que devem ser feitos (saída de capital), os recebimentos previstos e a previsão de venda, que é baseada no histórico da companhia. Dessa forma, se somadas as receitas e subtraídos os gastos, é obtido o saldo líquido da empresa.

    Esse relatório é fundamental aos negócios, pois os gestores ficam mais bem informados sobre a situação financeira do empreendimento. É possível saber se a companhia está dando lucro ou prejuízo, se precisa ter mais capital de giro e quais são os gastos.

    Por meio desses dados, pode-se planejar as ações que podem ser feitas com o intuito de otimizar a empresa — como mudar a estratégia de vendas ou realizar treinamentos.

    Contas a pagar

    Apesar de estar ligado ao modelo anterior, os setores de contas a pagar e a receber merecem atenção especial, pois possibilitam ver detalhadamente o que entrou e saiu no caixa de sua empresa. Para se manter ou produzir, qualquer negócio precisa pagar alguns compromissos. Por isso, é importante ter um controle detalhado de todos os itens gastos.

    Nesse relatório, é importante colocar as despesas fixas — como aluguel, salários, contas de água e luz, entre outras — e os gastos variáveis — as comissões e os gastos com matéria-prima são alguns exemplos. É recomendável ainda colocar o valor, o número de parcelas e a data de vencimento de cada conta.

    Por meio desse documento, é possível ver as contas que foram pagas dentro do prazo, a quantia gasta com multas e as faturas que ainda estão pendentes. Dessa forma, são comparadas as despesas e as receitas, com o objetivo de melhorar a gestão do fluxo de caixa.

    Além disso, esse documento possibilita a antecipação de custos, planejar as compras com segurança, pensar em fazer investimentos financeiros e preparar o caixa para que os gastos sejam pagos sem gerar problemas no saldo.

    Contas a receber

    Geralmente, esse relatório detalha informações sobre as datas e valores a serem recebidos, alguns descontos ofertados, a cobrança de juros, quais são os consumidores que pagam as contas em dia e o número de contatos feitos com cada cliente até o pagamento do serviço.

    Esse documento também ajuda no controle de caixa, na definição do planejamento de investimentos, na realização de contratações e em outros procedimentos necessários para a empresa. Ainda é possível analisar as possibilidades de melhorar a maneira como a empresa cobra seus clientes e as formas de pagamento, a fim de reduzir o número de inadimplentes.

    Relatório de vendas

    Qualquer empresa precisa vender produtos ou serviços para sobreviver. Por isso, sem dúvida alguma, esse é um dos relatórios gerenciais indispensáveis às companhias. Vale lembrar que, caso o número de vendas seja baixo, a continuação de um negócio fica inviável, pois, sem vendas, não há receita.

    Tendo isso em vista, por meio do relatório de vendas, é possível saber se um empreendimento está caminhando na direção certa dos seus objetivos, o que está dando certo ou não e quais são os próximos passos a serem tomados.

    Nesse documento, são apresentadas informações sobre o desempenho dos vendedores, o processo de vendas, o ticket médio (o valor de venda médio por cliente) e o comportamento dos consumidores — em que horário e com que frequência eles costumam comprar, quais são os canais usados para se obter informações sobre um produto e, na sequência, adquiri-lo etc.

    Satisfação dos clientes

    Sem dúvida alguma, é mais um relatório essencial ao seu empreendimento. Com ele, você consegue analisar o nível de satisfação e lealdade dos clientes.

    Quanto mais pessoas gostarem do seu produto ou serviço, maiores são as chances de elas voltarem a comprar, tornando-se fiéis, além de recomendarem a empresa aos amigos. Isso diminui o custo por venda e auxilia a aumentar os lucros de um negócio.

    Inclusive, esse relatório ajuda os administradores a observarem os pontos que podem ser melhorados nos produtos e serviços oferecidos, o que, consequentemente, contribui com o crescimento da companhia.

    Demonstração do Resultado do Exercício

    Trata-se de um documento contábil que, segundo a Lei 6404/76 — que rege sobre a contabilidade no país —, é obrigatório para todas as empresas de capital aberto (companhias que têm ações na bolsa de valores). O comprovante tem como objetivo demonstrar os resultados financeiros de um negócio. Isso é feito por meio da relação das receitas e despesas de um empreendimento.

    A DRE (Demonstração do Resultado do Exercício) permite saber se um negócio está dando lucro ou prejuízo e se será possível fazer tudo o que foi pensado.

    Esse controle financeiro auxilia os gestores a acertarem nas escolhas, fazerem previsões realistas e saberem quais são os investimentos viáveis para a empresa, ou seja, fica fácil verificar a relação custo-benefício de algo e, dessa forma, investir sem prejudicar os cofres da companhia.

    Realmente, existem vários tipos de relatórios gerenciais e isso pode demandar bastante esforço para fazê-los. Porém, todo o sacrifício vale a pena, porque esses documentos facilitam a administração e a integração das atividades de diversos setores dos negócios. Essas ferramentas ainda facilitam na identificação de ações a serem tomadas com a intenção de melhorar a competitividade do seu empreendimento.

    E então, conseguiu compreender quais são as principais formas de relatórios gerenciais? Tem interesse em melhorar a gestão e a produtividade da empresa? Siga no blog e veja agora quais funcionalidades um bom software de gestão deve ter para ajudar na contabilidade!

    O que você procura?

    Categoria

    Categorias

      Assine nossa newsletter

      Teste Grátis

      Faça um teste grátis

      Exporte o XML das notas fiscais dos seus clientes

      Seja um parceiro Myrp.