Análise SWOT

A análise SWOT ou traduzindo para o português, FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças) consiste em uma análise profunda interna e externa de mercado referente à uma empresa, visando aproveitar o máximo de oportunidades dentro do mercado e reconhecer defeitos, a fim de incrementar a performance e obter resultados positivos. Confira:

O que é Análise SWOT?

A análise SWOT é um planejamento estratégico realizado por empresas para efetuar um estudo profundo a respeito dos seguintes fatores: forças, oportunidades, fraquezas e ameaças. São analisadas estas questões com base nos ambientes externos e internos, aplicando-os em uma matriz  para obter uma visão geral a respeito do negócio.
A análise SWOT, dividida em dois ambientes, consiste em:

  • Ambiente interno: Forças e fraquezas
  • Ambiente externo: Oportunidade e ameaças

Analisando estes dados e desenvolvendo o panorama geral, é possível identificar e compreender de forma mais complexa o seu empreendimento, sabendo dos seus pontos fortes e fracos; suas oportunidades dentro do mercado e as ameaças que rodeiam a sua empresa, gerando soluções para alavancar o seu progresso. Esse processo implica em estabelecer prioridades: dentro do meu nicho de atuação, qual é o perfil de clientes que desejamos atingir? Qual é seu perfil de comportamento e consumo? Sua classe econômica? Quais são seus concorrentes mais nocivos ao seu negócio? Tais questionamentos levam a respostas que vão se transformar em ações, seja na releitura de suas diretrizes ou na forma como você enxerga seu mercado como um todo.

Etapas da análise SWOT

shutterstock_475068907
Para realizar a análise SWOT, precisamos passar por cada uma das etapas:

FORÇAS

As forças são referentes ao ambiente interno da sua empresa. Mais do que tudo, são características  e elementos que representam alguma vantagem à sua empresa. Um restaurante localizado em uma região movimentada, com ampla infraestrutura de estacionamento obtêm vantagem diante de um concorrente situado em uma região de pouco fluxo de pessoas e carente de infraestrutura. Seus pontes fortes podem se manifestar em diversas áreas, como qualidade do serviço oferecido; atendimento ou exclusividade de algo para seus consumidores.
As forças são seus pontos fortes dentro do mercado, por exemplo:

  • Vantagens competitivas
  • Melhores serviços executados
  • Relação com os clientes
  • Como a equipe se relaciona

Tudo que favorece a empresa em relação aos concorrentes pode ser considerado uma força, sendo interessante organizar essas vantagens em tópicos e por relevância para maior compreensão do plano geral.

FRAQUEZAS

Assim como as forças, as fraquezas são os pontos fracos que dizem respeito ao ambiente interno da sua empresa. Identificá-las é imprescindível para buscar melhorias, que vão impactar diretamente seu empreendimento. Por exemplo: uma corporação que trabalhe com transporte de carnes. Sua frota de caminhões encontra-se defasada, culminando em altos gastos com manutenção dos veículos e precárias condições aos seus colaboradores.
À primeira vista, a renovação dos veículos pode ser vista somente como aumento de custos; se analisarmos a médio e longo prazo, obviamente, dependendo do montante investido, sua empresa poderá ter economias com revisões e poderá excluir a possibilidade de não entrega dos produtos por problemas mecânicos de sua frota. Isso vai impactar diretamente sua relação com seus fornecedores e sua competência dentro de um mercado tão competitivo.
Ou seja, você também possui controle sobre as fraquezas do seu negócio.

  • Desvantagens competitivas
  • Falta de recursos
  • Empresa não possui planejamento
  • Treinamento precário

Ao contrário das forças, as fraquezas estão relacionadas com tudo que a sua empresa exerce de forma não eficiente internamente e que acaba prejudicando sua posição no mercado, entrando em desvantagem com a concorrência.

AMEAÇAS

As ameaças estão relacionadas aos fatores externos à empresa, qualquer fator que coloque o seu negócio em posição de desvantagem e não favorável, pode ser considerado uma ameaça;  já as fraquezas são pontos que atacam de fora da empresa e não problemas internos.

  • Grandes players do mercado
  • Problemas com legislação
  • Problemas naturais (Catástrofes, guerras)
  • Problemas com a produção e entrega do produto

As ameaças são fatores externos e que muitas vezes fogem do controle de gestores. O que pode ser feito a respeito é sua corporação tomar atitudes que amenizem a situação para que o prejuízo não seja tão grande.

OPORTUNIDADES

As oportunidades, assim como as ameaças, também estão relacionadas a fatores externos que afetam diretamente a empresa, no entanto, esses fatores afetam de forma positiva o negócio. Apesar de muitas vezes fugir da previsão da gestão da empresa, é possível ficar atento para calcular possíveis acontecimentos.

  • Nova lei implementada
  • Utilizar uma tecnologia nova
  • Integração com o mercado por serviços complementares
  • A concorrente ter problemas e perder o seu posicionamento no mercado

As oportunidades são situações que podem ou não ocorrer, mas sempre são positivas para o seu negócio. Não há como prevê-las, mas é possível apostar e calcular uma porcentagem de chances para analisar as possíveis situações de sua aplicação em favor da sua empresa.

Como realizar a análise SWOT

shutterstock_8208064
Agora que você já sabe o significado de cada letra da sigla SWOT, podemos começar a realizar o planejamento estratégico. Antes de pensar em cada fator, é necessário definir bem os ambientes da sua empresa, divididos entre EXTERNO e INTERNO.
Ambiente interno:  O ambiente interno, como já vimos, é formado pelas forças e fraquezas; é o primeiro passo para o reconhecimento e planejamento de estratégias para convertê-las em vantagens e conquistar um posicionamento sobre os pontos positivos e negativos do seu negócio. Essa parte do planejamento é fundamental para o desenvolvimento e conhecimento interno da empresa.
Ambiente externo: O ambiente externo é formado pelas oportunidades e ameaças que devem ser bem definidas, assim como as forças e fraquezas, para que possam ser tomadas precauções e usufruir das vantagens que situações externas muitas vezes podem oferecer. A previsão destes fatores é parte essencial para converter situações inesperadas em resultados positivos.
Realizados os estudos e pesquisas acerca da sua empresa, a próxima etapa é diagramar todas essas informações para que possam ser analisadas de forma geral e eficiente. O nome dessa diagramação é a chamada Matriz SWOT, onde é feita uma tabela inserindo todos os dados recolhidos, subdividindo-os em categorias de fatores externos e internos.

Análise SWOT cruzada

shutterstock_375360661
É possível relacionar os fatores externos e internos para obter um melhor aproveitamento da ferramenta de análise SWOT:
Forças e Oportunidades: Utilize as forças e oportunidades como um conjunto com o intuito de estabelecer estratégias integradas. Por exemplo: sua empresa trabalha com desenvolvimento de softwares  e possui algum diferencial; por menor que seja, esse fator pode e deve ser relacionado à oportunidade de que diversos negócios estão adotando esse tipo de tecnologia. É um mercado em crescimento, ou seja, força mais oportunidade.
Forças e ameaças: Se a sua empresa de desenvolvimento de software está sendo afetada por altos custos de licença pelas instalações locais, você pode optar por soluções virtuais e continuar a realizar o seu serviço de forma impactante.
Fraquezas e oportunidades: Na hipótese de ocorrência de déficit em algum setor, é possível terceirizar o serviço e dar atenção aos pontos fortes, assim você evitará perder tempo procurando uma solução interna e poderá focar nos pontos positivos da sua empresa.
Fraquezas e ameaças: Sua empresa está com problemas para cumprir prazos e a concorrência está passando na sua frente ao efetuar suas entregas em prazos mais rápidos e eficientes. Uma solução é tomar uma posição defensiva e investir em uma gestão empresarial para tentar solucionar o seu problema.
Realizar o cruzamento destes fatores, após tê-los identificados de forma clara, com certeza trará resultados positivos para a sua empresa.

A importância de realizar uma boa análise SWOT

shutterstock_418507411
Independentemente do tamanho da sua empresa, uma análise SWOT é essencial para desenvolver soluções e estratégias, é necessário ter conhecimento sobre o mercado e sobre como a sua empresa está inserida nele. É uma ferramenta que, de certa forma, pode ser chamada de simples, mas faz muita diferença se utilizada de forma correta e inteligente.
 

O que você procura?

Categoria

Categorias

    Assine nossa newsletter

    Teste Grátis

    Faça um teste grátis

    Exporte o XML das notas fiscais dos seus clientes

    Seja um parceiro Myrp.