Prestação de serviços: Tudo que você precisa saber antes de abrir um negócio de assistência técnica

    Share on facebook
    Share on twitter
    Share on linkedin
    Share on whatsapp

    Quando nós falamos em prestação de serviços, qual é a primeira coisa que vem a sua cabeça? O fato de ser difícil emitir os documentos necessários, a burocracia na hora de formalizar o seu negócio, conseguir se organizar ou tudo isso junto?

    O sonho de abrir seu próprio negócio é de muitos brasileiros, mas existem inúmeros empecilhos para que as ideias e o sonho se concretize de fato.

    As dúvidas que surgem nesse tempo de planejamento pode estar acabando com os sonhos ou fazendo as pessoas prolongarem ou adiarem muito a ideia, impedindo que ela saia do papel.

    No entanto, não podemos deixar que acabem com os nossos sonhos e a nossa vontade de empreender. O caminho pode ser difícil, mas depois ele se torna extremamente satisfatório.

    Se você é uma dessas pessoas que não quer desistir do seu sonho e está disposta a enfrentar todos os desafios e ser um empreendedor de sucesso, você precisa começar de alguma forma e precisa dar o primeiro passo para fazer acontecer.

    Por onde começar? 

    A primeira de todas as partes, e aquela que você provavelmente já fez é: ter a ideia.

    Saber o que você quer fazer e qual é a sua área na prestação de serviços é uma das partes mais importantes de todo o processo.

    É ela que vai te guiar diante de todos os outros processos e etapas do caminho, até na hora em que você estiver de fato, fazendo a prestação de serviços.

    Além da ideia, também um dos primeiros passos é ir até a Junta Comercial do seu município para registrar e empresa.

    Hoje, o mercado para a prestação de serviços só cresce no país, e a tendência é que ele seja cada vez mais lucrativo com o passar dos anos.

    Nos Estados Unidos, por exemplo, é muito mais caro contratar alguém para fazer um serviço do que fazer sozinho e comprando os materiais necessários.

    Para saber tudo sobre prestação de serviços, é só continuar lendo esse post que eu vou te mostrar todos os passos necessários para que o caminho seja concluído com sucesso e sem dores de cabeça.

    O que é prestação de serviços?

    Para que tudo fique mais fácil e rápido, e todo o processo se torne algo legal e satisfatório de ser feito, é extremamente necessário que você saiba o que significa a prestação de serviços e como ela afeta a economia do país, eu vou te explicar.

    De forma simples e objetiva, a prestação de serviços se refere a uma atividade que não existe de fato um produto como resultado, mas sim uma mão-de-obra. 

    Este modelo de negócio sempre vai ter um prestador. O prestador é a pessoa que oferece o serviço em si. 

    Além dessa pessoa, também existe uma pessoa que precisa do serviço, no caso, o contratante. Essa pessoa pode ser uma pessoa física, ou jurídica, podendo ser um serviço individual ou para uma empresa.

    No entanto, o serviço não refere-se apenas a uma mão de obra física, mas também intelectual, podendo ser compreendido por exemplo: por consultorias, assessorias ou cooperação.

    Escolha do Regime Tributário

    O mercado de prestação de serviços tende a crescer e alavancar muito, visto que de acordo com o relatório publicado pelo Sebrae de “Negócios Promissores em 2019” mostrou que o crescimento econômico na área está em alta.

    A formas de prestação de serviços que têm se destacado cada vez mais no meio econômico são as de serviços pessoais, como: cuidador de idosos, instalação e manutenção elétrica, entregas, transporte de passageiro, marketing direto e produção de conteúdo para internet.

    E já que as expectativas são boas para o crescimento econômico no mercado de prestação de serviços é importante que você saiba quais são os passos para estar de acordo com a fiscalização.

    Por isso, montamos um passo a passo de tudo o que é necessário para abrir sua empresa de prestação de serviços.

    Nome empresarial e estrutura jurídica para prestação de serviços

    Para se tornar de fato um prestador de serviço e ter todas as vantagens e também estar de acordo com a fiscalização, é necessário que você escolha um nome empresarial e também uma estrutura jurídica.

    Para escolher o nome e usá-lo é importante que você faça uma pesquisa antecipada para garantir que ainda não exista nenhuma empresa com esse nome.

    As principais estruturas jurídicas previstas para a prestação de serviços são: Empresário Individual, Sociedade Simples Limitada, Sociedade Empresária Limitada ou Empresa Individual de Responsabilidade Limitada.

    Sociedade na prestação de serviço? A importância do contrato social

    Se você for ou tiver um sócio, a contrato social é, se não, a peça/documento mais importante do início da empresa de prestação de serviços.

    Isso porque, é nele que está definido claramente alguns dos itens mais importantes, entre elas estão:

    •  O interesse das partes
    • Quais são os objetivos da empresa
    • A descrição do aspecto societário e a maneira de integralização das cotas

    Mas preste atenção! Para que o contrato social tenha caráter válido diante de qualquer que seja a fiscalização ele precisa ter um visto e a assinatura de um advogado.

    Para que a empresa seja registrada na junta comercial, o contrato social é um documento importantíssimo.

    Sem ele não é possível fazer o registro, isso porque ele é como se fosse uma “certidão de nascimento” da empresa.

    Escolha do Regime Tributário

    Se o seu sonho é ser um empresário que oferece um bom serviço, existem algumas opções que você pode escolher na hora de decidir qual será o seu regime tributário.

    O seu Regime Tributário vai depender do seu faturamento anual. Quando esse faturamento ultrapassar os 60 mil reais, é mais indicado que você se torne uma micro ou pequena empresa.

    E caso você pretenda ter um micro e pequena empresa de prestação de serviços, você pode optar por regimes como: Lucro Real, Lucro Presumido e também o Simples Nacional.

    Faça o registro da Junta Comercial

    Fazer o registro da empresa de prestação de serviços na Junta Comercial do seu município também é extremamente importante.

    É esse registro que vai tornar a sua empresa legal perante a fiscalização.

    Além disso, é através dele que você vai conseguir o número de identificação do registro de empresa, que depois vai acabar gerando o seu CNPJ.

    O CNPJ é o número que torna de fato a sua empresa uma empresa dentro da fiscalização e garante inúmeros direitos.

    Alvará de funcionamento para prestação de serviços

    SIM! Se você fizer prestação de serviços é extremamente imprescindível que você tenha um alvará de funcionamento para poder exercer sua profissão em conformidade com a lei.

    Inclusive, o Registro na previdência social também faz parte dessa etapa para que os seus direitos estejam garantidos, bem como os deveres.

    Existem alguns documentos necessários que você precisa para conseguir o alvará de funcionamento na sua prestação de serviços.

    O SEBRAE elencou quais são os documentos:

    • Formulário próprio da prefeitura;
    • Consulta prévia de endereço aprovada;
    • Cópia do CNPJ;
    • Cópia do Contrato Social;
    • Laudo dos órgãos de vistoria, quando necessário.

    A emissão de documentos fiscais na prestação de serviços

    Para que você possa começar de fato a atuar na área de prestação de serviços, é necessário também que você solicite a autorização para a impressão de documentos fiscais, como por exemplo as notas fiscais e também a autenticação de livros fiscais.

    Essa documentação e solicitação são feitas na prefeitura da sua cidade.

    Assim que tudo estiver registrado, você já pode começar a fazer a sua prestação de serviços.

    Planejamento e gestão

    E como tudo que fazemos na vida requer organização, na nossa empresa de prestação de serviços também não seria diferente.

    É extremamente benéfico quando conseguimos ter um planejamento bem redondo com todos os afazeres e gastos. Isso vai ajudar a evitar possíveis prejuízos ao longo do tempo.

    Uma boa gestão financeira te permite também investir na sua empresa e em inovação para a área.

    Entendo que muitas vezes é difícil ter controle sobre as finanças, ainda mais quando fazemos uma prestação de serviços um pouco mais imediata, a frequência pode ser menor e a quantidade de ganho é instável. 

    Por esses motivo, se organizar é uma das melhores formas de driblar os imprevistos causados pelas incertezas dos serviços.

    Mas nada é tão ruim e difícil quanto imaginamos, existem partes ótimas na hora de empreender e ser o seu próprio chefe, além de fazer o que você realmente gosta, é claro.

    Sei que vamos muitos passos e muitas etapas até você conseguir de fato conseguir concretizar o sonho de ser um empreendedor, mas calma!

    O Myrp está aqui para te ajudar em todas essas etapas, para que você consiga criar a sua empresa de prestação de serviços o mais rápido possível.

    Share on facebook
    Share on twitter
    Share on linkedin
    Share on whatsapp

    Leia também

    Imagem1
    LOCALIZAR VALE TROCA NA VENDA

    O que você procura?

    Categoria

    Categorias

      Assine nossa newsletter

      Imagem1
      LOCALIZAR VALE TROCA NA VENDA

      Seja um parceiro Myrp.